2 mortos e 20 feridos após shopping com mais de 1.000 pessoas dentro atingido por ataque aéreo, dizem autoridades ucranianas

Soldados ucranianos dirigem um veículo blindado na estrada principal para Lysychansk, na região leste ucraniana de Donbas, em 26 de junho.
Soldados ucranianos montam um veículo blindado na estrada principal para Lysychansk, na região leste ucraniana de Donbas, em 26 de junho (Bagus Saragih/AFP/Getty Images)

O comando militar ucraniano está “tentando impedir a fuga caótica de militares ucranianos perto de Lysychansk em meio ao sucesso do exército russo”, disse o Ministério da Defesa russo.

As forças russas e aliadas da milícia do Povo de Luhansk estão se aproximando de Lysychansk desde a queda da vizinha Severodonetsk.

Em um comunicado em seu canal Telegram, o Ministério da Defesa afirmou que uma unidade do regimento ucraniano Azov foi enviada para “segurar o pessoal” de outra unidade ucraniana no assentamento de Vovchoyarivka, perto de Lysychansk, onde houve intensos combates.

O Ministério da Defesa também alegou que havia eliminado duas unidades de “mercenários” internacionais perto de Lysychansk, incluindo um grupo de combatentes georgianos. A CNN não verificou a alegação de forma independente.

O comandante de uma unidade ucraniana em Lysychansk perdeu o controle sobre a maioria de suas tropas, acrescentou o Ministério da Defesa sem oferecer provas da alegação.

Enquanto isso, todos os quatro mísseis disparados contra um distrito de Kyiv no domingo atingiram seu alvo, que descreveu como “as oficinas da corporação de mísseis Artyom” no distrito de Shevchenkivskyi, disse o Ministério da Defesa. “Esta empresa produziu munições para sistemas ucranianos de lançamento de foguetes múltiplos (MRLS).”

Pelo menos um míssil, ou destroços dele, atingiu um prédio de apartamentos, deixando uma pessoa morta e várias feridas, de acordo com uma equipe da CNN no local e autoridades ucranianas.

O Ministério da Defesa russo disse que os danos ao edifício residencial foram causados ​​por um sistema ucraniano que destruiu um míssil antiaéreo disparado por outro.

“Devido à falta de interoperabilidade entre as rampas de lançamento dos sistemas de defesa aérea e instalações eletrônicas implantadas em áreas residenciais, 2 mísseis de defesa aérea S-300 foram interceptados pelos sistemas Buk ucranianos. um edifício residencial”, afirmou o Ministério da Defesa.

Não há evidência independente para tal cenário.

Leave a Comment