BRUCE DICKINSON está ‘muito orgulhoso’ de seu próximo álbum solo: ‘Acho que vai ser muito especial’

Durante a parte de perguntas e respostas de sua apresentação oral em 19 de janeiro no Kulttuuritalo em Helsinque, Finlândia, DAMA DE FERRO cantor Bruce Dickinson foi perguntado quando os fãs finalmente ouvirão seu tão esperado novo álbum solo. Ele respondeu (conforme transcrito por BLABBERMOUTH.NET): “Em breve. Obviamente, haverá um DONZELA turnê entre eu terminando o álbum e você ouvindo mais tarde. Eu não vou te dizer quando. Será uma surpresa. Na verdade, não. Mas houve muitas coisas em torno desse álbum em particular; já faz muito tempo.”

Ele continuou: “O álbum em si é, eu acho … estou muito orgulhoso dele. Acho que vai ser muito especial. Acho que você realmente vai gostar. Há algumas outras coisas que estou fazendo em torno dele que espero vai ser muito interessante também. Então eu tenho um muitos de coisas que vou fazer e estar ocupado fazendo este ano preparando tudo. Isso é tudo que posso te dizer no momento. E lá vontade seja um passeio. E nós vontade estar vindo, eu espero, para Helsinque.”

Março passado, Bruce disse a Consequence sobre seu próximo álbum solo: “Eu tenho trabalhado nele, intermitentemente, desde [2005’s] ‘Tirania das Almas’. Mas entre bloqueios e álbuns e DONZELA passeios e tudo mais, estou procurando um espaço livre para realmente pregar e dizer: ‘Ok, é isso que vai ser’ e obter [Bruce‘s longtime collaborator Roy [‘Z’ Ramirez] para colocar algumas faixas de apoio para baixo. E então podemos fazê-lo. Então, agora estamos no ponto em que já temos – não sei – algo entre 50 e 70 por cento do material para o álbum, depende[ing] no que escolhemos, de coisas que já temos. E acho que gostaríamos de ajustá-lo um pouco.”

Em dezembro de 2017, Dickinson disse que seu próximo LP solo provavelmente incluiria uma versão reformulada de “Se a eternidade falhar”faixa de abertura DAMA DE FERROdisco de 2015 “O Livro das Almas”. Na época, ele disse que tinha cerca de “metade” de seu sétimo disco já escrito e também confirmou que “Se a eternidade falhar” foi originalmente escrito como um Dickinson faixa solo.

Ele disse à Finlândia Chaos TV que o plano original era que seu próximo disco solo fosse “um álbum conceitual completo, que se chamaria ‘Se a Eternidade Falhar’. E ‘Se a Eternidade Falhar’ foi a faixa-título do meu novo álbum solo”, disse ele. “E um pouco como [Dickinson‘s 1989 solo song] ‘Traga sua filha para o abate’ [laughs]foi requisitado para DAMA DE FERRO. Então, se eu fizer outro álbum solo, o que acho que farei, posso apenas manter meu plano original e tê-la como faixa-título. Quero dizer, eu escrevi – isso era a primeira faixa que escrevi para ela. Então, sim, eu provavelmente ainda incluiria essa música. Mas seria… a sensação seria um pouco diferente – não muito, porém – do DONZELA versão.”

Em 2015, Dickinson disse a França força dura revista que “Se a eternidade falhar” acabou sendo usado por DAMA DE FERRO depois do baixista Steve Harris ouviu as demos que Bruce estava trabalhando no que deveria ser seu próximo álbum solo. “E [Steve] foi, ‘Essa é uma música muito legal. Podemos usar isso? Essa vai ser a música de abertura do álbum’”, lembrou ele. “E eu disse, ‘Sim, tudo bem.’ E ele já estava escrevendo, eu acho… Ele já estava pensando em ‘O Livro das Almas’ como sendo o título, então ele me contou sobre a coisa maia. E eu, tipo, ‘Sim, isso é legal. OK. Sim, estou vendo para onde você está indo. Mas no meu caso, essa música foi escrita como parte de uma história. Então a palavra falada no final é o começo de uma história que percorre todo o álbum. E um dos personagens é Dr. Necrópole; ele é o cara mau. E o cara legal é professor Lázaro; ele ressuscita pessoas dentre os mortos. Então isso apresenta Necrópole na coisa da palavra falada. E eu perguntei Steve… Eu disse: ‘Olha. OK. Eu fico com a música…’ Porque começa com, ‘Aqui está a alma de um homem.’ ‘Sim. Pegue isso. Mas e o fim? Eu disse: ‘As pessoas vão entender do que se trata? Porque isso não tem nada a ver com os maias nem nada. Isso tem a ver com… Eu criaria um álbum conceitual que não acontece.’ [Laughs] E ele [went], ‘Não não não. É só falar sobre almas e tudo mais, e soa muito bem.’ Eu disse, ‘Ok.’ [Laughs]”

Dickinson fez sua estréia na gravação com DAMA DE FERRO no “Número da besta” álbum em 1982. Ele saiu da banda em 1993 para seguir carreira solo e foi substituído por Blaze Bayleyque já havia sido o vocalista da banda de metal WOLFSBANE. Depois de lançar dois álbuns de metal tradicional com ex- DONZELA guitarrista Adrian Smith, Dickinson voltou à banda em 1999 junto com ferreiro. Desde então, Dickinson lançou apenas mais um álbum solo (o citado “Tirania das Almas”), mas disse anteriormente que sua carreira solo não acabou.

Leave a Comment